doar para arXiv

Título: A Região nuclear da NGC 613. Eu — Multiwavelength análise

Autores:Patrícia da Silva, Roberto B. de Menezes, João E. Steiner

Download PDF

Resumo: neste artigo, apresentamos um estudo detalhado com uma variedade de dados fromoptical, infravermelho, raios-X e rádio telescópios do nuclear região da galáxia NGC 613, com o objectivo de compreender a sua complexidade. Detectamos uma emissão estelar estendida no núcleo que, a princípio, parece ser, na banda óptica, dois núcleos estelares separados por uma corrente de poeira. O núcleo activegalactic (AGN) é identificado como uma fonte ponto-like variável entre estes dois componentes estelares. Há uma emissão Central de raios-X rígidos e uma emissão de raios-X suave estendida que coincide de perto com o cone de ionização,como visto na emissão de $\lambda$5007. O centróide da emissão $ \ lambda$6300 não coincide com o AGN, sendo deslocado em 0,24 arcsec em direção ao cone de ionização; essa mudança é provavelmente causada pela acombinação da extinção diferencial de poeira junto com a emissão eflexão no cone de ionização. Os espectros ópticos extraídos da região central são típicos de regiões de linha de emissão nuclear de baixa ionização. Wealso identificar 10 h II regiões, oito deles em um anel de formação de estrelas que é visível em Br $ \ gamma$,$ \ lambda $ 16436 e molecular Co(3-2) imagesobservado em estudos anteriores. Tal anel também apresenta x-rayemission duro fraco, provavelmente associado a remanescentes de supernova, não detectados em outros estudos. A posição do AGN coincide com o centro de uma espiral nuclear(detectada em trabalhos anteriores) que traz gás e poeira da barra para o núcleo, causando a alta extinção nesta área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.